Histórico de edições

(60)
há 3 meses
O prezado autor parte do pressuposto da incapacidade penal da mulher, desconsiderando que todo ser humano é capaz de delinquir, e considera violência doméstica apenas a cometida contra a mulher.
há 3 meses
O prezado autor parte do pressuposto da incapacidade penal da mulher, desconsiderando que todo ser humano é capaz de delinquir, e considera violência doméstica apenas a cometida contra a mulher.
há 5 meses
O direito positivo funciona quando convém. Que tal delegar alguns benefícios previdenciários em razão da menor expectativa de vida do homem? Ou, por questões biológicas, seria certo aceitar um
há 5 meses
O direito positivo funciona quando convém. Que tal delegar alguns benefícios previdenciários em razão da menor expectativa de vida do homem? Ou, por questões biológicas, seria certo aceitar um
há 7 meses
Interessante... acredito que ela tem toda razão. A dúvida é: e se fosse o contrário. Nunca ocorre nada.
há 7 meses
Interessante... acredito que ela tem toda razão. A dúvida é: e se fosse o contrário. Nunca ocorre nada.
há 7 meses
Nossa sociedade é interessante, vemos isso no cotidiano, mulheres praticam o ato frequentemente e nunca soube de nenhuma ter que ressarcir os gastos dele para com ela, reprovável a atitude dele, sem
há 7 meses
Camila Vez, pela atual lei, sim, foi estupro. Pela lei vigente a época, em Paris ou nos EUA, não sei. Possivelmente enquadrar-se-ia como assedio ou "sexual assault". Por que veio à tona? Certamente
há 7 meses
Camila Vez, pela atual lei, sim, foi estupro. Pela lei vigente a época, em Paris ou nos EUA, não sei. Possivelmente enquadrar-se-ia como assedio ou "sexual assault". Por que veio à tona? Certamente
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Bruno

Carregando

Bruno Giordano

Entrar em contato